Com surto de dengue, Prefeitura cria comitê para prevenir e combater doença

07/07/2022 08:20

Até o dia 1º julho, foram notificados 57 casos de dengue em Araquari. Destes, 40 foram considerados autóctones, ou seja, quando a doença é contraída dentro do próprio município. O crescimento de casos da doença levou a Secretaria Municipal de Saúde a criar um grupo permanente de emergência para elaborar e colocar em prática ações que possam prevenir e combater a doença.

Fazem parte desse grupo de trabalho servidores das secretarias de Saúde, Fundema, Educação, Obras, Comunicação e Assistência Social. Na primeira reunião do comitê, realizada na última segunda-feira, 4, foi apresentado a situação epidemiológica das arboviroses urbanas (dengue, chikungunya e zika) no município.

Segundo o coordenador do grupo e diretor de Vigilância em Saúde, Lucas Brojan, a situação na cidade é considerada preocupante. Por meio do comitê, várias secretarias devem trabalhar de modo coordenado com foco na prevenção, combate e o atendimento aos pacientes. “O grupo foi criado justamente pela necessidade de discutir o tema não apenas dentro da saúde, mas com a educação, infraestrutura urbana e outros setores da administração pública”, explica. 

Para ele, a criação do comitê é fundamental para a redução dos casos. “Espera-se que as ações intersetoriais tenham resultados quanto a proliferação do Aedes aegypti. O território de Araquari é extenso, com imensos vazios urbanos. Enquanto no Itinga há indicativo de transmissão sustentada de dengue, na Barra do Itapocu há poucos focos do mosquito. Portanto é necessário pensar estratégias diferenciaras para cada bairro”, destaca. 

Outras ações: 

O combate à dengue em Araquari ganhou um novo aliado na tarde desta quinta-feira, 7. Através da Secretaria Municipal de Saúde, o governo adquiriu oito motos para o combate ao mosquito Aedes aegypti. No total, foram investidos R$128,4 mil. 

“A aquisição dos veículos é de suma importância para a garantia da execução do trabalho do agente de combate a endemias. É com ela que o servidor irá de descolar nas visitas domiciliares, no atendimento de denúncias e outras atividades relacionadas ao controle de endemias”, finaliza Lucas.

Download das fotos em alta resolução
Carregando