Caps realiza evento sobre Outubro Rosa, mês de conscientização ao câncer de mama

Por Jonatar Evaristo
22/10/2021 10:15

Em alusão ao Outubro Rosa, mês de conscientização e prevenção ao câncer de mama, o Centro de Atenção Psicossocial – Caps Mario Corrêa de Miranda realizou na tarde de ontem, 21, no auditório Polícia Militar de Araquari, um evento dedicado a saúde da mulher. A iniciativa trouxe oficina, palestra e outras atividades para conscientização. Participaram usuários assistidos e familiares para dialogar a respeito do tema.

Ministrada pela enfermeira do Hospital Municipal São José – HMSJ, Katia Karina Santos da Costa Buch, a palestra abordou o tema “Prevenção ao câncer de mama e câncer de colo do útero”. Além dela, o evento contou com a palestra da presidenta da Rede Feminina de Araquari, Daiane de Amorim Coelho Goulart, e da psicóloga do Ambulatório de Saúde Mental (ASM) de Araquari, Andreza Carolina Rodrigues Castanho.

De acordo com o coordenador do Caps e terapeuta ocupacional Hélio Dias Junior, o evento teve como objetivo mostrar a importância do autoexame como o primeiro passo para prevenção e como a saúde mental pode ajudar no tratamento e auxiliar pacientes a terem uma qualidade de vida o melhor. “A proposta da equipe multiprofissional do Caps com esta ação foi, além de chamar atenção para a prevenção e autoexame, trazer um olhar sobre o cuidado pessoal e a autoestima que mulheres precisam ter durante o período”, disse.

Para a enfermeira Katia, quando um paciente é diagnosticado com câncer, é sempre necessário redobrar os cuidados com a saúde metal e acompanhamento psicológico, devido a possíveis doenças mentais, como a depressão.

Constituído por uma equipe multiprofissional, o Caps de Araquari é formado por cerca de oito servidores, entre psicólogo, terapeuta ocupacional, enfermeira, assistente social, técnico em enfermagem, orientadora social, agente administrativo e servente. 

Atualmente, segundo registros, cerca de 375 pacientes são assistidos pela equipe. Em 2020, seguindo as orientações do Núcleo de Saúde Mental (NSM) da Secretaria de Estado da Saúde, devido à pandemia e suspensão dos grupos terapêuticos, o Caps realizou atendimentos individuais e domiciliares, a fim de manter os vínculos terapêuticos e monitorar a saúde emocional dos pacientes. Em 2020 foram realizados 1.701 atendimentos, já em 2021 foram 1.816.

Download das fotos em alta resolução
Carregando